EXPEDIENTE      |      ANUNCIE      |      FALE CONOSCO
Busca:  busca
informe-se
Dica
5 dicas para usar pastilhas na decoração
publicado em 21 de agosto de 2015 às 11h04
Compartilhe

A grande variedade de tipos, estilos, cores e formatos de pastilhas permite que projetos ganhem um toque especial com esse tipo de revestimento. Com as dicas das profissionais do Traço Final Arquitetura, Elaine Baggio e Fernanda Bittencourt, entenda como combinar pastilhas na decoração.

1. Detalhes: O uso de pastilhas em um espaço não precisa ser necessariamente em uma parede inteira, do teto ao chão. Elas podem ser usadas em detalhes do ambiente, apenas dando um toque de sofisticação

2. Cores: Com a orientação de um profissional, explore as cores nos ambientes e não tenha medo de ousar. Misture tons neutros com cores vivas, mas leve em consideração o que é mais adequado para o espaço. “As cores em um ambiente precisam conversar entre si”, explica a arquiteta e sócia proprietária, Fernanda Bittencourt.

3. Texturas: Hoje em dia não existe problema em misturar diferentes tipos de pastilhas em um ambiente. “É perfeitamente possível usar uma pastilha de vidro e uma de madeira, desde que haja bom senso e a ajuda de um profissional”, comenta a engenheira civil e sócia-proprietária, Elaine Baggio.

4. Rejunte e argamassa: Deve-se atentar ao tipo de rejunte a ser utilizado, pois existem várias opções e a escolha do tipo correto pode dar um toque especial à decoração. Também existem argamassas específicas para o assentamento de pastilhas, que são mais colantes e aderentes.

5. Tamanho: O revestimento pode ser aplicado quando a intenção é fazer o ambiente parecer maior. Pastilhas pequenas promovem sensação de amplitude em um cômodo, mas é preciso tomar cuidado com os tamanhos. Áreas maiores, como piscinas, pisos e paredes, pedem formatos grandes. 

Depois dessas dicas, ficou fácil usar e combinar pastilhas em um ambiente, mas sempre leve em consideração as orientações e indicações de um profissional.
 
Sobre Traço Final Arquitetura e Interiores:
Formado pela arquiteta Fernanda Bittencourt e a engenheira civil Elaine Baggio, o escritório Traço Final Arquitetura e Interiores prioriza um trabalho eficiente através das qualidades complementares das suas proprietárias. Quando recebem um novo cliente dividem as partes do projeto de acordo com a especialidade de cada uma, mas continuam criando em conjunto. Desta forma, além de desenvolver o projeto arquitetônico e de interior, o escritório fornece serviços de reforma e gerenciamento das obras, além de personalização de apartamentos.

Imagens: Divulgação Pastillhart Revestimentos